LG anuncia a linha de televisores OLED TV W7 com uma das espessuras mais absurdas já vistas

4 de janeiro de 2017 Comentário(s)
LG anuncia a linha de televisores OLED TV W7 com uma das espessuras mais absurdas já vistas
Shares 35

Tempo de leitura: 3 minutosDurante sua conferência especial na CES 2017, a LG deixou sua TV mais inovadora por último. Trata-se da linha de televisores OLED TV W7, que possuem um display mais finos já vistos no mercado: apenas 2,57 mm.  Tão fino que para ter um você é obrigado a colocá-lo na parede.

Claro que para conseguir esta espessura absurda há uma “pegadinha”: todos os demais componentes da TV como processador e alto-falantes são incorporados em uma barra de som (soundbar) ligada num cabo flat minúsculo ao display. Aliás, ele é tão fino que a LG afirma que ao colocá-lo na parede você vai ter a sensação de que a parede e a TV são uma coisa só.

Modelos e configurações

A LG OLED W7 vem em dois tamanhos: 65 e 77 polegadas. Ambas possuem as tecnologias Dolby Vision e Dolby Atmos integradas para reproduzir a magia dos cinemas de uma forma fiel e convincente, afirma Tim Alessi, Head de Marketing de Produto da LG.

Com um display OLED que tem 25% de brilho a mais que a geração anterior por causa da tecnologia ULTRA Luminance, a empresa promete ter o melhor controle de pixels já visto, com pretos perfeitos, contraste infinito e expansão da gama de cores na casa dos bilhões, além do tradicional ângulo de visão amplo. A LG confirma que a TV é capaz de reproduzir 99% do espaço de cor do DCI, frente aos 97% do ano passado.

A filosofia de design da série W7 segue o mantra “menos é mais” e remove todos os elementos para enfatizar a beleza do conteúdo exibido. Seu perfil elegante e finíssimo faz ela parecer levitar no ar e acrescenta uma sensação de imersão altíssima no ambiente em que for colocada.

Ela é a primeira linha de TVs do mundo que incorpora a tecnologia Dolby Atmos, que estreou no filme Brave da Pixar nos cinemas e rapidamente se tornou o padrão utilizado pelo pessoal de Hollywood e já possui 100 títulos compatíveis. Esta tecnologia é responsável por trazer uma experiência mais rica ao tratar cada som como um objeto independente, permitindo controlar sua propagação em um ambiente tridimensional.

A parceria com a Dolby rendeu também a utilização da tecnologia Vision de HDR, a mais avançada do mundo, que está disponível em mais de 80 títulos recentes e muitos chegando no formato de disco Ultra HD Blu-Ray em 2017. O HDR é responsável por renderizar em tempo real as cenas da tela e acrescentar mais contraste entre o brilho e as sombras, ressaltando as cores.

Aliás, a W7 tem suporte a 4 tipos de HDR diferentes (HDR10, Dolby Vision, Hybrid Log Gamma e Technicolor HDR), tornando-se facilmente um dos modelos “à prova de futuro” por muitos anos. Mas sabemos que nesta indústria nunca é possível contar com isso.

Vale ressaltar ainda a parceria da empresa com os cientistas da secular Technicolor. A LG afirma que só por meio desta junção desta magnitude é possível conquistar a qualidade de cor premium exigidas pelas produções de Hollywood. O sistema operacional embarcado da série W7 é o webOS 3.5, o que permite ao consumidor ter acesso a todos aplicativos e serviços de streaming como Netflix, Hulu e Amazon Prime Video com conteúdo HDR.

****

O modelo de 65 polegadas deve ter suas vendas iniciadas em março, enquanto o de 77 só chegará no final do ano. Contudo, a LG ainda não determinou quais serão os preços dos novos brinquedinhos. Ela só confirmou uma informação que é certa, apurada direto de Las Vegas pela equipe do Techroad: o produto não será vendido no Brasil!

Fonte(s): LG Newsroom

Comentários

Fundador e ex editor-chefe dos produtos TecMundo e Mega Curioso, trabalho com internet desde 2003. Sou extremamente apaixonado por tecnologia, produtos eletrônicos e video games, acompanhando e participando ativamente deste mercado. Integrante da equipe Techroad, acredito que um conteúdo excelente pode se transformar em conhecimento e enriquecer culturalmente toda a sociedade.