AMD anuncia tecnologia FreeSync 2 para monitores gamer

3 de janeiro de 2017 Comentário(s)
AMD anuncia tecnologia FreeSync 2 para monitores gamer
Shares 4

Tempo de leitura: 2 minutosA AMD aproveitou a CES 2017 (que ainda não começou oficialmente) para trazer uma tonelada de novidades esse ano. Uma delas é o FreeSync 2, a nova versão do sistema de sincronização de imagens.

O FreeSync surgiu como alternativa ao GSYNC, da NVIDIA, e tem como principal função sincronizar os quadros gerados pela placa de vídeo com a atualização de tela do monitor. Ao fazer isso, é possível conseguir uma taxa de quadros mais estável e uma geração de imagens muito mais suave, sem tearing e sem quebras. Ideal para jogos que oscilam entre 30 e 60 fps.

A tecnologia Radeon FreeSync 2 é a primeira a combinar suporte HDR com tecnologia de taxa de atualização dinâmica, trabalhando de uma maneira plug-and-play que melhora a qualidade de jogo automaticamente quando o conteúdo correto está presente

O FreeSync 2 chega com uma novidade importante: além de trazer os mesmos recursos do anterior, o foco agora é na qualidade visual da geração da imagem, mais precisamente o HDR. Segundo a AMD, o Windows 10 não é exatamente o melhor gerenciador de HDR para os games e alguns podem sofrer com input lag e outros problemas.

A empresa aproveitou para cutucar a concorrência e dizer que o FreeSync está presente em mais de 100 modelos de monitores e que a partir de agora é um ponto sem volta na vida dos gamers. Com o novo FreeSync 2.0, a AMD pretende deixar a placa de vídeo gerenciando toda a geração de imagem desde a frequência dos quadros até a tonalidade das cores resultando em experiências muito mais ricas e com menos latência nos games (que sem a tecnologia às vezes chegam a valores altos como 100 milissegundos). Algo fundamental, principalmente em cenários competitivos.

Confira todos os slides da apresentação da AMD.

A tecnologia FreeSync tem lançamento previsto para o primeiro semestre de 2017 em diversos monitores novos de marcas parceiras da AMD, como a BenQ, por exemplo. A promessa é de que os jogadores poderão experimentar conteúdo HDR de forma completa com baixa compensação da taxa de quadros (LFC).

Fonte(s): AMD Radeon

Comentários

Entrei no mundo dos computadores em 1987. Fui redator e editor do TecMundo e do TecMundo Games e sou completamente apaixonado por games, tecnologia e negócios.