Amazon adquire startup de segurança com inteligência artificial harvest.ai por 19 milhões de dólares

10 de janeiro de 2017 Comentário(s)
Amazon adquire startup de segurança com inteligência artificial harvest.ai por 19 milhões de dólares
Shares 187

Sem fazer muito alarde, a Amazon comprou a startup de segurança baseada em inteligência artificial harvest.ai. A empresa foi fundada em San Diego por uma equipe que inclui dois empregados da NSA e combina machine learning e inteligência artificial para analisar o comportamento em torno de IPs chave de outras companhias e também consegue impedir ataques direcionados a dados de clientes muito valiosos.

O site Techcrunch conseguiu a informação da aquisição com um informante, que afirmou que a transação foi por cerca de 19 milhões de dólares e que todos os 12 funcionários já estão se mudando para a sede da Amazon em Seattle. A harvest.ai levantou 2,3 milhões de dólares desde sua fundação, o que certamente fez seus fundadores sorrirem ao fechar negócio.

A Amazon, assim como os co-fundadores da startup, não confirmam a compra, alegando que não podem responder rumores e especulações, porém há fortes indícios de que a operação aconteceu de fato.

Na trilha do rastro

Os rumores sobre a aquisição estão intensos. Primeiro que no seu portfólio, a harvest.ai afirma que foi adquirida, embora não especifique por quem. O seu perfil oficial no Twitter não publica uma informação desde março de 2016. No LinkedIn, um dos investidores também atualizou a informação de que a empresa foi adquirida por uma parte não revelada.

Por último e mais contundente, vários funcionários que foram integrantes da equipe de desenvolvimento de software atualizaram seus perfis oficiais no LinkedIn para empregados da AWS, sendo dois em abril de 2016…

Inteligência em tempo real para elevar a segurança

A empresa iniciou sua operação em março de 2015, quando também mudou seu nome anterior de 405Labs para harvest.ai e recebeu um investimento de 2,3 milhões de dólares. O principal produto da harvest.ai é uma inteligência artificial, em processo de registro de patente, chamada MACIE Analytics.

Ela basicamente é uma IA que monitora a propriedade intelectual de um cliente em tempo real, acessando quem está olhando, copiando ou movendo documentos particulares. Desta maneira, ela pode encontrar padrões de comportamento suspeitos e alertar se uma possível fuga de dados está em ocorrência

A MACIE pode identificar riscos sobre dados de negócio automaticamente se eles estiverem sendo expostos ou compartilhados para fora da organização, remediando a situação em tempo real de acordo com as políticas da empresa — segundo o site oficial

Ela também pode se integrar aos sistemas de nuvem e examinar padrões de acesso remoto, logins, acesso a dados e documentos para descobrir ataques e compilar tudo em um caso para investigação futura.

Portanto, não se surpreenda se os Amazon Web Services receber uma atualização pesada de segurança nos próximos meses.

Fonte(s): Techcrunch

Comentários

Fundador e ex editor-chefe dos produtos TecMundo e Mega Curioso, trabalho com internet desde 2003. Sou extremamente apaixonado por tecnologia, produtos eletrônicos e video games, acompanhando e participando ativamente deste mercado. Integrante da equipe Techroad, acredito que um conteúdo excelente pode se transformar em conhecimento e enriquecer culturalmente toda a sociedade.